domingo, 9 de setembro de 2012

Kundera me ensinou a valorizar os acasos.

Os encontros não marcados sempre serão os mais especiais, os mais felizes, risonhos e bobinhos. Quando nada estiver em seu devido lugar, quando a espontaneidade reinar de mãos dadas com o nervosismo e as palavras jogadas ao vento forem esquecidas logo depois de serem ditas, esses são os momentos mais belos.

Quando os acasos insistirem em te por frente a frente com alguém que te faz feliz, esse frente a frente vai trazer tanta energia boa consigo que até falar ficará difícil, só se conseguirás sorrir, felicidade pura! E o resto do dia vai passar voando, e você ainda estará feliz. Porque algumas pessoas tem o dom de nos deixar felizes pro resto da semana, só com um abraço e um sorriso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário