quarta-feira, 19 de dezembro de 2012


    Pessoas têm sonhos, isto é completamente normal. Um do requisitos principais para o que eu julgo ser o mais próximo que existe da felicidade é fazer o que se gosta. Não simplesmente fazer, viver com isso. Ganhar dinheiro com isso.
    Partindo do princípio que que é normal ter sonhos, também é normal ter sonhos relacionados ao que você faz, se isto realmente te faz feliz é fácil imaginar que deve haver algo que, quando acontece, te deixa muito feliz. Um exemplo fácil: existe um professor, de verdade que realmente gosta do que faz, provavelmente um dos sonhos deste professor é fazer um aluno gostar do que ele ensina ou, ao menos, realmente entender o que ele está querendo dizer.
    Ainda na mesma linha de pensamento, os sonhos de médicos provavelmente devem estar ligados a melhorar a vida das pessoas, fazendo estas se sentirem melhor. O sonho de uma dermatologista, presumo eu, é deixar uma pessoa com uma pele perfeita, ou algo assim. Mas, qual será o sonho de um psiquiatra?
    Não imagino um psiquiatra falando que seu sonho é fazer alguém voltar a ser 'normal'. Acho que eles, assim como eu, percebem que insanidade depende da perspetiva. Às vezes os 'loucos', desequilibrados, ou sei lá o que são as pessoas mais brilhantes que conhecemos.
    E afinal, quem somos nós pra falar o que é ou não natural?

Nenhum comentário:

Postar um comentário