quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Não existe nada mais 'dolorido' do que um papel em branco.
Um papel em branco enquanto a mente enlouquece.
Um papel em branco enquanto o coração quase infarta.

As ideias se mostram impotentes,
O papel duro demais não dá brechas.
Não existe nada mais duro do que um papel em branco.

Porque pra quem já aprendeu a escrever fazendo verso
Nada dói mais do que a impotencia de fazê-lo.
Porque rima é diversão, distração de quem faz.

Um papel em branco é um coração que não sabe mais amar.

2 comentários: