terça-feira, 16 de abril de 2013

Olhos

Nos teus cílios tão grandes e alongados caberia toda admiração do mundo; 
mas não o que sinto por ti. 
Em teus olhos, sempre cansados, 
Pequenos, apertados, 
Tenho o prazer de perder-me. 
A tua pele tão escura, o teu cabelo tão negro. 
Você, como um todo e nos mínimos detalhes, me causa vertigem. 

Frio na barriga de admirar-te. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário